segunda-feira, 27 de setembro de 2010

1º Peregrinação a Fátima


173 km depois estamos de volta para contar mais uma grande epopeia dos pelos. O épico das peregrinações levou-nos até Fátima em 7 horas e mais algumas pedaladas.

Uma mão cheia de pelos antecipou-se ao galo e saltou para a estrada aos primeiros raios de sol. Afinam-se as pernas para distrair a consciência que nos martelava a distância que ainda tínhamos para percorrer.

A paixão pelas bicicletas trouxe-nos a companhia de mais um pelo que, até Tondela, fez jus ao apelido. Só mesmo a grande vontade de pedalar faz pelo por lebre para que o Nuno saltasse da cama para nos lançar nesta missão.

A bom ritmo seguimos até Santa Comba, onde nos esperava o navegador desta aventura. No Vimeiro despimos a neblina da manhã para abordamos a primeira subida do dia. Depois de Penacova abrimos o livro do Mondego para lermos o melhor capítulo desta história. Serpenteámos 30 km com o rio no canto do olho em cima de uma alcatifa de alcatrão ecológico que nos levava à cidade dos estudantes.

A ponte Europa chamou-nos de baixinho para conhecermos as suas entranhas. Do outro lado da margem esperava-nos a rampa de lançamento que nos projectou para a primogénita das estradas portuguesas.

Mais à frente o imperador de serviço pescava-nos com um naco de leitão na ponta do isco que nos trazia o almoço. “De olhos bem abertos” alongámos os músculos para a segunda parte do nosso caminho.

45 km chegaram para fazer a digestão do reforço na pegada de Pombal. Encostámos para repor líquidos na aproximação à subida que nos levava ao objectivo desta tirada. 12 km até à cruz alta do santuário que trazíamos no pensamento desde Viseu.

Às 4 badaladas (uma por cada um dos heróis desta história) da tarde assinávamos o livro de honra de mais uma aventura peloteam.

O conto não estaria completo sem a devida homenagem ao protagonista do dia. Augusto de seu nome, o imperador desta campanha foi incansável no apoio logístico. Ficamos a dever um domingo à família que nos dispensou este pelo altruísta.

A todos os peregrinos um abraço de coragem, Aos companheiros de viagem um cúmplice obrigado por mais um dia que ficará na memória da nossa amizade.

5 comentários:

Carlos disse...

Foi muito bom sim senhor. Venham mais passeios de convivio.

Alberto disse...

Parabéns aos Pelos Amigos que conseguiram desta forma mais uma Prova Superada com Muito Pelo!.

Alberto disse...

Força e até a próxima aventura!

Pêlo Renato disse...

Uma grande viagem que está perfeitamente relatada.

Abraço aos companheiros de viagem e ao nosso Director Desportivo, D. Agustini.

npaixao disse...

Este ano não deu para ir.
Pode ser que para o ano tenha mais disponibilidade.
Mas ter que levantar às 6:15 e acompanhar-vos apenas nos kms iniciais já deu para animar essa manhã de Sábado.
Bom relato.
Abraço!

Pelises